Sobre os Projetos


PROJETO “MARAGOJIPE CIRCULANDO COM O SAMBA DE RODA E OS MASCARADOS ANO II”





O projeto “Maragojipe circulando com o Samba de Roda e os Mascarados–ANO II” é uma reedição de projeto anterior financiado pela Secult em 2012. Destina-se a realização de 20 apresentações públicas de samba de roda com palestras, rodas de diálogo e oficinas de samba  de roda, cavaquinho, cerâmica e violão nas cidades de Maragojipe, Muritiba, Cruz das Almas, Conceição do Almeida e São Felipe. Busca-se, por meio deste intercâmbio cultural, fomentar a difusão e salvaguarda cultural do samba de roda.


Objetivos:

Fortalecer a identidade cultural e o intercâmbio dos mestres, mestras, sambadores e sambadeiras negros (as) do Recôncavo da Bahia através da promoção de encontros mensais nas cinco cidades relacionadas no projeto e, assim, estimular a criação, a produção musical destes grupos e a preservação deste patrimônio imaterial. Específicos: • Valorizar o saber e a cultura popular; • Realizar palestras educativas; •
Fomentar o diálogo entre os saberes e fazeres; • Realizar rodadas de bate papo promovendo interação entre os (as) participantes e o público em geral; • Fortalecer o samba de roda no carnaval dos mascarados de Maragojipe, visando salvaguardar este importante Patrimônio Cultural e Imaterial, com sua história e seus saberes; • Fortalecer as casas de samba de roda nas cidades visitadas, promovendo assim o
empoderamento das mesmas; • Descobrir novos talentos; • Divulgar as manifestações artísticas, estimulando a criação e o fomento através de instrumentos materiais; • Firmar convênios com órgãos oficiais e privados; • Fomentar o interesse pela cultura e pelas artes ; • Incrementar o desenvolvimento sócio-cultural da população de  Maragojipe , Muritiba, Cruz das Almas, Conceição de Almeida e São Felipe. Estimular o conhecimento dos nossos valores culturais da região.



Projeto “Maragogipe circulando com o Samba de Roda e os Mascarados” 

O projeto “Maragogipe circulando com o Samba de Roda e os Mascarados” prevê a realização de 16 (dezesseis) apresentações de samba de roda promovidas mensalmente nas cidades de Maragogipe, Cachoeira, Saubara e Santo Amaro no período de 01/07/2013 a 31/12/2013. 



O Projeto “Salvaguarda cultural: o samba de roda e a memória afro-brasileira” justifica- se pela necessidade intrínseca em promover o registro da identidade cultural do samba de roda e salvaguardar essa que é uma das principais manifestações afro-cultural de interlocução de saberes, especialmente com os mais jovens – buscaremos fomentar a criação de mais grupos de samba de roda mirim através das oficinas de samba de roda que serão oferecidas. Assim, por meios de um processo socioeducativo o mais abrangente possível, o projeto demostra a sua preocupação sociocultural extremamente prática agregando cultura, saberes e fazes.


 Projeto “Maragogipe circulando com o Samba de Roda e os Mascarados”





As atividades serão realizadas nos finais de semana (sexta-feira e sábado), ocorrerão nas casas de samba locais (Maragogipe: Casa do Samba D. Cadú, Cachoeira: Casa do Samba D. Dalva, Santo Amaro: Casa do Samba - Centro de Referência do Samba de Roda e, Saubara: Casa do Samba Sambadeira Frazinha) e serão antecedidas de palestras com rodas de diálogos e oficinas de cunho cultural/artesanal. Assim, o projeto será dividido sumariamente em 4 (quatro) momentos distintos: palestras, rodas de diálogos, oficinas e apresentações dos grupos. 

Vale ressaltar ainda que, a circulação contará com as apresentações do grupo dos mascarados de Maragogipe em todas as cidades contempladas pelo projeto. Desta forma, o projeto pretende reunir os sambadores e sambadeiras das diversas localidades buscando promover o avivamento e o fortalecimento da cultura regional na qual estão inseridos (as). 

O primeiro mês do projeto será destinado à contratação da equipe, a criação do site do projeto (o site estará no ar a partir do dia 15/07/2013, contendo um pequeno histórico sobre o Grupo Cultural Samba de Roda Samba de Maragogó e sobre o Projeto, calendário das apresentações de intercâmbio cultural, oficinas e palestras e registro visual das atividades desenvolvidas durante a consecução do mesmo), a compra do material das oficinas e a divulgação dessas por meio de visitas às escolas de cada cidade abrangida pelo projeto via articulador (a) cultural. Além disso, utilizar-se-á também como instrumento para divulgação do projeto: cartazes, panfletos, moto som, rádios comunitárias, jornais locais, site do projeto e da UFRB e redes sociais. 

Ao término dessa etapa, o projeto se destinará a um segundo momento: o início do intercâmbio cultural, das palestras e oficinas propostas. 

A primeira cidade a ser contemplada com o projeto “Maragogipe circulando com o Samba de Roda e os Mascarados” será a cidade cede - Maragogipe com os seguintes grupos: Grupo de Samba Filhos de Oxossi e o Grupo dos Mascarados de Maragogipe no mês seguinte partiremos para Cachoeira com os seguintes grupos: Grupo de Samba Filhos de D. Cadú, Grupo Samba Suerdieck e o Grupo dos Mascarados de Maragogipe posteriormente Saubara com os seguintes grupos: Grupo de Samba Só pra Agradar, Grupo de Raizes de Saubara e o Grupo dos Mascarados de Maragogipe, em novembro circularemos em Santo Amaro com os seguintes grupos: Grupo de Samba Filhos de Coqueiros, Grupo Samba 17 e o Grupo dos Mascarados de Maragogipe e finalmente em dezembro retornaremos para Maragogipe para o encerramento do projeto. 

Além disso, estão previstas a realização de quatro palestras (com rodas de diálogos) e quatro oficinas (4 horas/cada) ao longo do desenvolvimento do projeto (uma em cada cidade), a saber: Palestra de abertura do Projeto – “O Samba de Roda e o Carnaval dos Mascarados – Patrimônio Imaterial da Bahia e oficina de cavaquinho na cidade de Maragogipe”; Palestra: “A Cultura e a Tradição do Samba de Roda” e oficina de artesanato (adereços de carnaval) na cidade de Cachoeira; Palestra: “A valorização dos Mestres e Mestras da cultura popular” e oficina de Samba de Roda na cidade de Saubara”; Palestra: “A cultura popular do Recôncavo da Bahia” e oficina de cerâmica na cidade de Santo Amaro. 

Essas palestras terão como objetivo principal discutir as prioridades coletivas e desenvolver conceitos pertinentes que versam, especialmente sobre Cultura, Cultura popular e Tradição (Anexo 1: Da estrutura das palestras, mesa de encerramento e rodas de diálogos). 

A proposta das rodas de diálogos será um momento de interação entre os mestres, sambadores e sambadeiras das diversas localidades com o intuito de discutir suas prioridades coletivas e contribuir para o fortalecimento desta prática milenar na região. 

As oficinas terão como público alvo jovens e adolescentes que se interessem pela temática (Anexo 2: Da metodologia e critérios de seleção para as oficinas) No final do projeto promoveremos um grande encontro na Casa do Samba D. Cadú com a presença dos grupos de Samba de Roda: Grupos dos Mascarados de Maragojipe, Grupo de Samba Resgate, Grupo Cultural Samba de Roda Samba de Maragogó, Grupo de Samba Pé de Litro e Grupo de Samba Recordar (Anexo 3: Histórico dos Grupos de Sambas de Roda). 

Neste momento também faremos a última roda de diálogos e uma mesa de encerramento intitulada: "Demandas, Perspectivas e apoios: novos rumos para o samba" com intuito de discutir e deliberar a criação de um documento que contemple as principais demandas, necessidades e dificuldades apresentadas durante a circulação das apresentações nas cidades contempladas.

Um comentário:


  1. Hi there! Do you know if they make any plugins to help with SEO? I'm trying to get my blog to rank for some targeted keywords but I'm not seeing very good gains. If you know of any please share. Thank you! craigslist dc

    ResponderExcluir

Copyright © MARAGOJIPE CIRCULANDO COM O SAMBA DE RODA E OS MASCARADOS ANO II | Powered by
by SimpleWpThemes | by NewBloggerThemes.com